História da Boas Novas

De um sonho, um chamado, uma visão de Deus colocada no coração de imigrantes do leste europeu, surge a vontade de se congregarem para formar uma comunidade em que adorar, servir, crescer e educar os seus filhos... Quase um século mais tarde, a fé firme e tenacidade desses irmãos abençoam, hoje, a milhares de pessoas provenientes das culturas mais variadas, unidas em amor cristão e coordenadas num corpo que serve conhecido como Igreja Batista Boas Novas.

De um sonho, um chamado, uma visão de Deus colocada no coração de imigrantes do leste europeu, surge a vontade de se congregarem para formar uma comunidade em que adorar, servir, crescer e educar os seus filhos... Quase um século mais tarde, a fé firme e tenacidade desses irmãos abençoam, hoje, a milhares de pessoas provenientes das culturas mais variadas, unidas em amor cristão e coordenadas num corpo que serve conhecido como Igreja Batista Boas Novas.

historica boas novas

Tudo começou com 26 imigrantes de fé cristã que, no dia 15 de outubro de 1928, decidiram alugar uma pequena garagem na Rua Padre Raposo 87, no bairro da Mooca. Passados apenas três meses, em 06 de janeiro de 1929, convictos da vontade de Deus e cheios de alegria e fé, eles organizaram a Igreja Batista Russa da Mooca.

Naqueles anos, a imigração dos povos do leste europeu era intensa no Brasil, e a garagem se tornava pequena com tantos que chegavam e eram mensalmente batizados.
Em outubro de 1929, com o local de cultos completamente lotado, era hora de se procurar um novo local de reunião. Nesta época, havia um amplo salão, no número 52 da mesma rua, que foi imediatamente alugado. E foi ali que a igreja permaneceu até outubro de 1932.

Foi então que a vila denominada Vila Bela começava a ser loteada. Dezenas de membros da Igreja compraram lotes ali, começaram a construir suas casas e decidiram trazer a casa de Deus para próximo deles. Assim, em 06 de outubro de 1932, inauguraram, na Rua das Margaridas 34, Vila Bela, um bonito templo onde permaneceram até 25 de junho de 1953. Na época, o custo do templo com capacidade para 200 pessoas, foi de "Vinte Contos de Réis".

A partir de 1934, a liderança passou a perceber que, mês a mês, o templo ia se tornando pequeno – a ponto de ser necessário chegar meia hora antes do culto para poder assisti-lo sentado. Esta necessidade de espaço físico persistiu por anos; até que em 1946, foi adquirido um terreno de 1171 metros quadrados, ao preço de Cr$ 100,00 (Cem Cruzeiros) o metro quadrado, no qual se construiria o templo da Rua Monteiro Soares Filho, 652 na Vila Zelina.

Em março de 1949, foi eleita a comissão de construção e a pedra fundamental lançada em 1 de janeiro de 1952. A partir daí, todos os membros se empenharam voluntariamente na construção servindo como pedreiros, serventes de pedreiro, eletricistas, encanadores, carpinteiros, pintores etc... Até que no domingo, 26 de julho de 1953, foi realizado o culto de inauguração do templo e dependências, sendo o mensageiro, na ocasião, o saudoso Pr. Rubens Lopes.

Na quinta-feira anterior à festa de inauguração, a Igreja se despediu do antigo templo, com os membros saindo silenciosamente e apagando as luzes após a reunião de oração. Fechadas as portas, o Pr. Carlos Grigorowitsch, orou dando início a um novo capítulo na história da Igreja Batista Russa da Mooca, agora denominada Igreja Batista Boas Novas.

Quando aquela pequena multidão chegou às portas do novo templo, o Engenheiro M. Freitas entregou a chave ao Pr. Carlos que pediu ao membro mais idoso da Igreja, Silas Adruchov, que abrisse as portas e todos cantaram o hino "Louvamos-te ó Deus".

O templo que se inaugurava era um dos mais confortáveis do estado de São Paulo na época, comportando até 800 pessoas, além de salas e salões para as reuniões. O prédio custou Cr$ 2.011.000,00 que foram alcançados com o auxílio de um empréstimo de Cr$ 1.000.000,00 concedido pela Junta Patrimonial Batista. Essa dívida foi paga antes do prazo estabelecido com o auxílio expressivo do Pr. I. V. Neprash, da América do Norte.

Com a questão do seu espaço definitivamente resolvida, a Igreja ampliou seu foco em missões, evangelismo e crescimento espiritual de seus membros. E a Igreja Boas Novas seguiu adiante com determinação, apoiando obras de Missões Estaduais, Nacionais, Mundiais, abrindo pontos de pregação, congregações, organizando Igrejas, enviando jovens para os seminários e ordenando dezenas deles ao Ministério da Palavra.

As seguintes Igrejas foram organizadas por Boas Novas:

  • Primeira Igreja Batista em Osasco
  • Igreja Batista em Carapicuíba
  • Primeira Igreja Batista em Lindóia
  • Primeira Igreja Batista em Vila Carrão
  • Igreja Batista em Vila Cardoso Franco
  • Igreja Batista Boas Novas - Bragança Paulista

O Pr. Carlos Grigorowitsch esteve à frente da Igreja por quase 43 anos. Após a sua morte, em 07 de novembro de 1972, a Igreja passou a ser liderada pelo Pr. Waldemiro Tymchak até 1979, quando ele a deixou para assumir a Secretaria Executiva da Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira.

Em abril de 1981, o Pr. Antônio Gonçalves assumiu o pastorado de Boas Novas, ficando até dezembro de 1989. Em fevereiro de 1991 o querido Pr. Pedro Solonca assume o ministério de nossa igreja e permanece no cargo até março de 1994.

No sábado 27 de agosto de 1994 em um culto solene toma posse no ministério de nossa igreja o Pr. Vagner Vaelatti, tendo ao seu lado a irmã Marta Conovalov Vaelatti os quais com toda coragem e ousadia assume a nossa igreja que contava no rol de membros com 120 membros dos quais apenas 40 eram ativos. Um genuíno desafio, passados estes 22 anos somos hoje mais de 3.000 membros e acima de tudo uma igreja querida, amada e muito influente na cidade de São Paulo. Tudo para glória do nosso bom Deus.

Hoje a família de nosso pastor cresceu também, quando da chegada ele tinha duas filhas a Daina e a Nadia, após a chegada nasce o Daniel e hoje a Daina se casou com o Marcio os quais deram aos avós e à todos nós, duas meninas, Alice e Anna e recentemente mais dos filhos lindos e preciosos o Noah e o Theo.

Estamos animados quanto ao nosso futuro, principalmente quando contemplamos a quantidade de crianças que temos em nosso ministério infantil e estamos certos que sob a liderança do Espirito de Deus faremos grandes coisas nesta cidade, no Brasil e no mundo. E como diz o nosso pastor: “Pessoas precisam de Deus, mas pessoas precisam de pessoas”.

"Àquele que é poderoso para impedi-los de cair e para apresentá-los diante da sua glória sem mácula e com grande alegria, ao único Deus, nosso Salvador, sejam glória, majestade, poder e autoridade, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, antes de todos os tempos, agora e para todo o sempre! Amém" (Judas 24,25).

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to Twitter

Templo I - Rua Monteiro Soares Filho, 652
Vila Zelina

Templo II - Rua Marechal Malet, 611
Parque Vila Prudente

Horário de atendimento: segunda a sexta das 8h às 17h
contato: (11) 2347-9141